Baalback, Baalbek ou Balbek é uma cidade histórica do Líbano, localizada no Vale do Bekká.

Conhecida como Heliópolis – ou cidade do Sol- durante o período helenístico.

Ele manteve a sua função religiosa durante a época romana, quando o santuário do Templo de Júpiter atraiu milhares de peregrinos.

Aliás, Baalback, com as suas estruturas colossais, é um dos melhores exemplos da arquitetura imperial romana em seu apogeu.

Durante os primeiros séculos da era cristã, Baalback foi muito próspera e famosa.

Suas gigantescas ruínas tiveram sua construção iniciada pelo Imperador romano Antonino Pio (138-161 d. C) e continuada por outros imperadores até Caracala (211-217 d.C.).

Os romanos construíram Baalback para honrar a Júpiter, a Baal e a Baco.

Na condição de centro de adoração do Sol, ela tornou-se conhecida como a morada de um oráculo, que funcionava como um centro de adivinhações.

Isso ajudou a popularizar a cidade e atrair os líderes da época.

Durante a expansão da região Islâmica, os muçulmanos tomaram conta da região e os monumentos foram apropriados pelos mesmos.

A base do templo possui pedras entre 900 e 1400 toneladas alinhadas, perfeitamente encaixadas e apoiadas entre 5 e 10m de altura sobre outras pedras menores.

O formato e tamanho das pedras é comparado com o Templo de Jerusalém onde, em seu centro, existe o Domo da Rocha do Islamismo.

Sobre essa rocha, acredita-se que os deuses visitavam a terra e ficavam sobre ela, chamada Pedra Sagrada.

A cidade é considerada pela UNESCO como um patrimônio mundial.

Para visitá-la há guias locais que falam diversas línguas e cobram valor simbólico, assim como o ticket de entrada.

baalback-libano-dalila
baalback-ruines-2

baalback-ruines-6

baalback-ruines-7

baalback-ruines-9

baalback-ruines-8

baalback-ruines-10
baalback-ruines-12

baalback-ruines-dalila-1

baalback-ruines-4

Além dos templos, Baalback hoje é muito conhecida por sua dança folclórica, a dabke; por suas deliciosas esfihas e por sediar o maior Festival Musical do país todo mês de agosto por onde já passou cantores e grupos de renome internacional como Caracallas, Carreras e Gilberto Gil.

Além disso, em Baalback está uma das principais bases do Hezbollah, partido político xiita, por essa razão recomendo fazer esse passeio em excursão ou com algum motorista local, mas é seguro!

baalback-festival


Confira o episódio de Baalback para a série Visite o Oriente Médio 

 

 


Texto e Fotos: Dalila Barakat

Vídeo: Dalila Barakat e Kacherian Filmes


 

Mais posts sobre o Líbano

 


 

Participe do Grupo visite o Oriente Médio com todas atualidades em tempo real

 


 

Facebook Comments

4 Comentários