Convidada pela Prefeitura de Bofete – interior de São Paulo, conhecemos os encantos e histórias desta cidade que se credencia para se tornar um Município de Interesse Turístico – MIT.

Ao nosso lado o tempo todo, o Prefeito Dirceo Antonio Leme de Melo e o Secretário de Turismo José Nicola, nos mostraram a boa recepção do povo interiorano, além das belezas do lugar que é uma ótima alternativa para sair do agito da cidade grande e se integrar com a natureza.

A cidade, localizada na região centro-sul do Estado de São Paulo, às margens das Rodovias Marechal Rondon e Castelo Branco, está a 196 km da Capital de São Paulo, pertence ao Polo Turístico Cuesta.

Esse polo é composto por mais 11 municípios unidos com o objetivo de desenvolver o turismo de maneira regional, já que são facilmente interligadas por rotas de trekking e cicloturismo.

Desde a sua fundação, a Cidade já recebeu os nomes de Samambaia e Rio Bonito.

A partir de 21 de dezembro de 1921, passou a denominar-se Bofete, graças ao grande morro que fica em seu território.

Conta a história dos mais antigos moradores locais que por ali passava uma velha estrada que levava ao Município de Tatuí ou ao povoado de Guareí, no caminho de Itapetininga. E era o ponto de passagem dos sertanistas que se dirigiam ao Sul do País ou dele voltavam. No local, havia grandes cavernas onde os tropeiros guardavam seus pertences, inclusive mantimentos.

Na mesma época, havia um tipo de móvel de origem francesa que era usado para estocar alimentos, o buffet. Como o morro continha tais cavernas que serviam como abrigo para estocar alimentos e o móvel era utilizado para a mesma função, houve a associação entre ambos e surgiu o nome aportuguesado pelos sertanistas de “bofete”, que se tornou popular na comunidade e originou o nome da Cidade de Bofete.

bofete-interior-sao-paulo-7

bofete-interior-sao-paulo-3

bofete-interior-sao-paulo-1

bofete-interior-sao-paulo-6

Bofete tem ainda uma pedra que se destaca: o Gigante Adormecido. Uma configuração geológica formada por morros com desenho de uma figura humana deitada.

bofete-interior-sao-paulo-3

O Gigante Adormecido

Bofete se destaca também por ter sido local da perfuração do primeiro poço profundo de petróleo brasileiro, entre os anos de 1892 e 1897, hoje localizado na fazenda São Jorge.

bofete-fonte-petroleo

Primeiro Posto de Petróleo Brasileiro

A Cidade cercada de beleza natural é rodeada por lendas e contos.

Uma delas é a existência de um tesouro enterrado nas cavernas das Três Pedras. Além disso, o local serve para pousos de discos voadores.

O intrigante é que, lenda ou não, a energia do local é diferente.


O QUE FAZER EM BOFETE

Visita à Fazenda São Jorge

bofete-interior-sao-paulo-5

Espaço Castelo – Fazenda São Jorge

Não está aberta ao público por ser um local de evento, mas se agendar, é possível desfrutar da praia artificial e das fontes de águas termais.

Praia na Fazenda São Jorge

Praia na Fazenda São Jorge

Fonte Água Sulfurosa - Fazenda São Jorge

Fonte Água Sulfurosa – Fazenda São Jorge

A fazenda possui um grande acervo de obras de artes do mundo todo e a Capela possui esculturas vindas da Itália.
https://www.facebook.com/espacocastelo

Capela da Fazenda São Jorge

Capela da Fazenda São Jorge

Santo Antônio

Santo Antônio

 


Centro Cultural de Bofete

Está localizado o Espaço Carreirinho, em homenagem ao cantor de música sertaneja raiz, autor de vários clássicos sertanejos. O local abriga uma vasta coleção de livros e documentos sobre a cidade.

Centro Cultural de Bofete

Centro Cultural de Bofete


Trilhas e Cachoeiras

As Três Pedras – os pés do Gigante

Sítio Três Pedras

Sítio Três Pedras

O percurso até o local pode ser feito de carro, por estrada de terra, ou por trilha a partir do Sítio Três Pedras.

No local, pode-se praticar rapel e escalada. Pela trilha se tem acesso a duas cachoeiras.

É cobrada uma taxa para entrar na fazenda (R$ 10,00).

 

Sítio Três Pedras

Sítio Três Pedras

Uma dica é contratar uma agência especializada em Ecoturismo.

Fomos recepcionados pela Ecocuesta , que oferece roteiros personalizados.

Pode incluir neste pacote um almoço/jantar regado das gostosuras da culinária do interior, feito à risca no fogão a lenha. Um sabor único que dificilmente a gente esquece.

 

Comida sendo preparada

Comida sendo preparada

Farofa

Farofa

Sítio Três Pedras

Sítio Três Pedras

Sítio Três Pedras

Sítio Três Pedras

Sítio Três Pedras

Sítio Três Pedras

 


ONDE COMER

Os restaurantes são bem simples, mas com comida caseira muito saborosa.

Venda da Família Vivan

Parada obrigatória, com visual estupendo! A melhor coxinha da região.
Estabelecido no local desde 1947, a venda segue decoração a moda antiga, bem típica do interior.

Venda da Família Vivan

Venda da Família Vivan

Cantina da Figueira

Comida da vovó! Com muita simplicidade e muito sabor!

Cantina da Figueira

Cantina da Figueira

Bela Fazenda

Lugar ideal para apreciar o queijo da região.

A proprietária, Carolina Vilhena Bittencourt, prepara artesanalmente os queijos de leite cru com todos os produtos naturais e orgânicos. Não deixe de provar o Azul de Bofete. @queijariabelafazenda

Queijos da Bela Fazenda - Degustação no Centro Cultural de Bofete

Queijos da Bela Fazenda – Degustação no Centro Cultural de Bofete

 


Texto e Fotos: Flávia Brunacci Lopes

Viagem apoiada #ap


 

Dicas para fugir do agito de São Paulo

 


 

Facebook Comments

Sem Comentários