Dubai é uma cidade onde o mais alto, o mais moderno e o mais luxuoso está por toda a parte.

Essa cidade que possui projetos arquitetônicos de fama mundial e foi erguida bem ao lado de um centro antigo, que até pouco tempo era frequentado por caravanas de camelos.

Por muitos séculos, até a década de 1830, Dubai foi uma aldeia de pescadores e coletores de pérolas, até que a tribo Bani Yas, da família dos Al-Maktoum se instalou alí e recusou obediência a Abu Dhabi.

Os xeiques (chefes de Estado) seguintes estimularam os contatos com os estrangeiros, especialmente britânicos, enquanto Dubai tornava-se um porto de escala.

Hoje, a cidade oferece um grande número de atrações turísticas e muitas opções para compras e lazer.

Você pode nadar no mar, participar de uma reunião de negócios, jogar uma partida de golfe ou jantar em um restaurante subaquático.

Mas a maior atração para quem gosta de pechinchar são mesmo as tradicionais feiras ao ar livre, os Souks.

Dos antigos, os principais são os Souks de Ouro, o de Especiarias e o de Tecidos!

Então, se você quer conhecer como era Dubai antes da modernidade e do luxo, um bom passeio é explorar algumas destas feiras ao ar livre.

E, depois, observar o movimentos dos “dhows” (barcos tradicionais) sobre o Creek, antigo porto da cidade.

O passeio de abra é rápido e barato, tem que fazer. Ele te cruza de Bur Dubai a Deira.

Em Deira estão os mercados (souks) citados acima.

Você deve passear sem pressa pelo Mercado de Ouro onde encontrará estrangeiros e locais barganhando muito ouro e brilhante com os índios e iraquianos que trabalham por lá, sim, em Dubai mais de 90% da população é de expatriados.

Mercado de Especiarias fica muito próximo e lá poderá encontrar o incenso dolibano e mirra, dois dos presentes dos reis magos.

Depois, ao voltar para Bur Dubai, do outro lado do porto, você deve visitar o Museu de Dubai, localizado nas instalações do Forte de Al Fahidi, construído em 1787 e retrata o modo de vida antigo dos árabes desta região, na verdade mostram a forma como viviam até 50 anos atrás, antes do boom arquitetonico. Em 20 min dá para rodar todo o museu.

É rápido e bem interessante pois conta a historia através de sessões interativas bem informativas.

Por fim, Bastakia é o equivalente ao Pelourinho da Bahia.

Um bairro bonito, charmoso e pitoresco, com algumas casas de chás típicas e bastante interessantes. Poucos turistas vão a este lugar, mas vale muito a pena!


Veja aqui o vídeo que fiz dentro do Gold Souk

 

 

 

Para mais detalhes da história de Dubai, o site da Emirates fez um resumo bem legal. Veja aqui.

 


Texto: Dalila Barakat

Foto da capa: Bastakia

Edição do vídeo: Kacherian Filmes


 

Veja também

 

Como e onde tirar o visto para Dubai

7 passeios imperdíveis em Dubai

10 melhores restaurantes de Dubai

Dicas de compras em Dubai

 


 Para um roteiro totalmente personalizado ao seu gosto, estilo e bolso e para a emissão de vistos, contate a gente por email: contato@mileumaviagens.com.br


 

Facebook Comments

5 Comentários