Antigo engenho de açúcar na época do Brasil Colonial, suas terras se estendiam até as margens da lagoa, atual Rodrigo de Freitas

O Engenho Del Rey pertencia a Antonio Salema, governador do Rio de Janeiro no século XVI. Após 1660, passou a pertencer à família Rodrigo de Freitas Mello.

Em meados do século XIX, um nobre inglês compra parte das terras e contrata, em 1840, o paisagista inglês John Tyndale para projetar um jardim de estilo romântico, nos moldes das quintas européias.

Em 1859, parte da fazenda passa a ser propriedade de Antonio Martins Lage. E em 1920, um neto de Antonio Martins Lage, o empresário Henrique Lage, a compra.

O cenário encantador compreende hoje uma área de 348 mil metros quadrados de Mata Atlântica aos pés do Corcovado com jardins, floresta, palmeiras imperiais, chafariz, lagos, passarelas, trilhas e áreas deliciosas para piquenique em família.

Na sede, mármores, azulejos e ladrilhos importados da Itália e pinturas decorativas assinadas por Salvador Paylos Sabaté.

photo 1

Eram 10ham, tempo fechado e o páteo do parque já estava lotado!

DSC00865-768x1024

Foto de divulgação

O Parque possui um aquário em argamassa que imita pedras e troncos de árvores, pontes, bancos, quiosques e uma gruta que compõem a beleza artística da obra do parque.

Há caminhos de saibro que levam os visitantes a determinados locais com vegetação abundante e a um lago, conhecido como “Lago dos patos”.

Eu achei o parque ideal para levar as crianças, pois há espaços com balanços, gangorras, escorregas, todos bem conservados, além de ser bastante seguro e limpo. Ideal também para fazer trilhas!

Há uma trilha que leva ao Corcovado! Deve ser lindo. Quem sabe, na próxima vez, com um pouco mais de tempo, eu não arrisco? 🙂

photo 4

photo 5

photo 2

photo 3

aquario

photo 5

Restaurante do Parque Lage

O espaço tem ainda um charmoso café, bastante concorrido nas manhãs de domingo.

Todos os dias (de segunda a sexta, até meio-dia, e no fim de semana, até 13h) é servido um café da manhã variado, que inclui frutas, sucos, café com leite, geleia caseira, bolo caseiro, queijo minas, manteiga, cesta de pães, além de complementos como iogurte, granola, mel, waffle, entre outros.

Aberta em 2004, a loja oferece também comidinhas leves: sanduíches, saladas, omeletes, massas e escondidinhos. A casa também serve sopas.

cafe

Vale dizer por fim que, além de ser gratuito e normalmente ter bem menos fila do que o Jdim Botânico, existem muitas vagas para estacionar o carro ao seu redor.

Rua Jardim Botânico, 414, Rio de Janeiro- RJ.


Fotos e Texto: Dalila Barakat

Gostou do post? Comente no final da página. Sua opinião é muito importante pra gente!


Posts relacionados:

mileumaviagens.com.br/marius-crustaceos-rio-de-janeiro-review

mileumaviagens.com.br/restaurante-aprazivel-em-santa-teresa-rj

mileumaviagens.com.br/bairro-santa-teresa-rio-de-janeiro

mileumaviagens.com.br/rio-atraves-do-mirante-dona-marta-botafogo-rj


Facebook Comments

3 Comentários