SupperClub é mais do que um restaurante, uma galeria, um bar ou um clube. É tudo isso junto e misturado!

Amsterdã é uma cidade repleta de lugares interessantes para visitar e experimentar. Como eu moro em Londres, já fui passear pela Holanda diversas vezes, mas dessa vez não fui para “turistar”, e sim para conhecer lugares onde a comida e os drinks se sobressaíssem.

Fui, então, conferir o recém inaugurado Supperclub no centro da cidade. Para quem não sabe, existem outros Supperclubs espalhados pelo mundo, como Dubai, Londres, Los Angeles, entre outros, e um outro que fica em Amsterdã também, porém, dentro de um barco.

‘Supper’ é uma palavra em inglês para janta, então o significado seria Clube da Janta. Mas lá é muito mais que isso! O restaurante tem a intenção de atingir e aguçar os 5 sentidos de sua sofisticada clientela.

Supperclub-1

Supperclub-salao

Reservei minha “cama” com antecedência e o jantar começou a ser servido, para todos, pontualmente às 8pm.

O valor do “Set Menu” é €69 (sessenta e nove euros) e a garrafa de Champanhe varia de €85 a £95 (oitenta e cinco a noventa e cinco euros) as mais populares, no meu caso optei pela Veuve Clicqout e Moët & Chandon Rosé.

O menu era bem diferente, talvez intrigante e surpreendente. Particularmente achei que valeu a experiência.

Durante o jantar, várias performances acontecem e, mais uma vez, achei tudo bem excêntrico, difícil explicar. Aliás, acredito que este seja o conceito do Supperclub: sureal, engraçado e inexplicável. Tem que experimentar para entender.

Se você tiver mente aberta e gosta de conhecer coisas novas e experimentar comidas exóticas, além de super DJs e ambiente fantástico, esse é o lugar. Super recomendo SUPPERCLUB AMSTERDÃ.

Supperclub-EK

Supperclub-food

Supperclub-oreo

 

O lugar é autêntico, glamoroso e com uma identidade própria e particular.

Horários

domingo à terça
7:30 pm – 01:00 am

quarta-feira
7:30 pm – 02:00 am

quinta à sábado
7:30 pm – 05:00 am

 

Endereço

Singel 460, 1017 aw Amsterdam

Site: www.supperclub.amsterdam/en

 


Texto e Fotos: Ellen Kris


 

 

 

Veja também:

Maurithuis, meu museu de arte preferido

Os melhores pubs de Londres

Facebook Comments

Um Comentário