Você quer saber como foi pra mim voar de balão na Capadócia?


Sobre voar de balão na Capadócia, posso ser bem sincera como sempre sou? Quem me acompanha nos stories do Instagram sabe muito bem que só falo verdades! rs

Bom, desde o início da viagem eu não queria muito fazer esse passeio porque já tinha tido a experiência antes, tudo bem que foi em Boituva– interior de SP, mas já sabia como era a sensação e porque acho meio caro.


Valor do Passeio de Balão na Capadócia

O valor costuma variar de EU 200 a EU 250, multiplica por 5, dá mais de mil reais por 30min de vôo. Acho meio caro.

Então, honrei meu sangue árabe e negociei, negociei, pesquisei fornecedores até que consegui, com o próprio concierge do hotel mesmo, por USD 150 e fechei!

Primeiro porque os seguidores pediram muito e eu queria gerar esse conteúdo a eles/vocês. 🙂

Segundo porque foi muita sorte terem aberto aquele dia pra vôo, fazia mais de 20 dias que o tempo não estava bom pra voar e justo no único dia que eu tinha pra fazer isso, estava liberado, senti isso como um sinal e fui.


Onde comprar?

  • Você pode comprar com antecedência, antes de chegar na Turquia, com a agência do Brasil, mas nunca é garantido que haja vôo porque depende das condições climáticas;
  • Você pode pesquisar nas lojas que têm no centrinho da cidade e negociar com eles;
  • O que ocorre com mais frequencia é fechar através do hotel em que está hospedado, nesse caso eles ganham comissão, assim como ganha a agência e a loja, então, normal;
  • Existem alguns sites que vendem mas não sei indicar quais;
  • Ou pode ainda fechar comigo porque fiz vários contatos bons lá, direto com os pilotos. 😀

Como funciona?

Primeiro você escolhe a empresa, conforme falamos acima, aguarda te confirmarem um dia antes se a condição climática está ok e aí você garante sua reserva com um voucher.

No dia marcado, passam pra te buscar no hotel por volta das 5ham e vocês vão até o pátio da empresa com a qual fechou, tomam café da manhã e assinam uma papelada.

Pouco antes do amanhecer, umas 5h45am, o grupo vai pro campo, onde se separam em aprox 8 a 12 pessoas por balão.

À partir dai, é começar a rezar (pra quem tem medo) e desfrutar! 😀

A paisagem sem dúvida é fantástica, o clarear do dia é mágico, a mudança de cores no céu e refletida nas montanhas, nossa.

E ainda o espetáculo de vários balões coloridos ao seu redor, como vemos nos filmes e novelas, é um sonho (de muitos) se tornando realidade ali. *.*

Não tem como negar que é lindo e único.

As fotos falam por si.

Goksel, piloto do balão que ficou meu amigo

 

Video Clip do passeio de Balão

 


Mas, Dalila, afinal, vale a pena ou não fazer o Passeio de Balão na Capadócia?

Pra quem nunca voou, com certeza vale a pena. √

Pra quem está viajando em casal, pode ser uma boa opção romântica na viagem. √

E, pra quem tem medo, pode ser uma oportunidade de vencer esse medo, então, nesse caso vale a pena também. √

Pra mim igualmente valeu a pena √

Mas não iria de novo, pelas razoes explicadas lá no início e, principalmente, porque acho monótono.

Não sei se é o sangue árabe, se é o ascendente em áries, se é o excesso de pitta segundo a ayurveda, mas juro que acho voar de balão muito parado!

Ficar 30 min, 40 min andando a uma velocidade mínima, quase no mesmo lugar, é kinda boring.

Falta adrenalina, sabe? Falta aventura! Uns saltos duplos no ar, por exemplo, seria super legal! kkkkkk

Vocês bem sabem que eu amoooo contemplar a natureza mas gosto também de experiências mais radicais.

Foi quando então, no mesmo dia, acabei descobrindo que tinha passeio de quadriciclo! Animei muitoo e fui correndo.

Chegando lá, adivinhem?

O menino que me recepcionou falava árabe. E ficou mega emocionado ao ver que eu também falava.

(Ah, pra quem não sabe, turcos não falam árabe e nem gostam muito dos árabes ou de ser comparados a eles, mas os turcos da região de onde ele vinha, que é fronteira com a Síria, estes sim falam árabe).

Então, foi como um encontro de almas. Nos identificamos, nos conectamos e fomos em 2 quadriciclos fazer o passeio. Geralmente saem em grupos grandes mas por sorte consegui esse passeio privativo.

À partir daí conto em outro post como foi essa outra experiência, mas essa eu faria mais 500X porque fomos a mirantes que proporcionavam vistas fascinantes, tanto quanto aquelas vistas do balão; eu estava bem acompanhada e ele, sabendo que eu gostava de adrenalina, acelerava o ATV no máximo. rssss AMEI!

Ahhh e o melhor, ao invés de 1 hora, ficamos 2 horas e meia, e no final acabou não me cobrando nada a mais. E nem adiantava eu insistir. Resultado: ficamos bons amigos.

Veja mais nesse post: Que tal um safari de quadriciclo na Capadocia?

 


Mas, pera, a história do Balão não acabou ainda

Ao contar que fiquei amiga do menino do quadriciclo, lembrei de contar a vocês que fiquei amiga também do piloto do balão.

Goksel é muito simpático, gentil e educado. Vale dizer que nenhum deles agiu com nenhum tipo de abuso ou assédio, viu. Foram muito respeitosos.

Assim, à noite, o piloto me me escreve me convidando para uma festa no hotel do amigo dele onde estavam reunidos os primos de ambos.

Eu estava exausta após madrugar pro balão, me aventurar por quase 3 horas no quadriciclo e ainda fazer turismo no intervalo, mas queria muito conhecer a dança e a música típica turcas e não queria ir àqueles shows turísticos, sabe. Portanto, foi o convite perfeito!

Ele mandou me buscarem no hotel em que eu estava hospedada, chegou um cara que nunca vi numa BMW conversível, também muito educado, e me levou até esse Blue Moon Hotel, que era ali ao lado.

Aliás, a cidade é muito pequena, tudo é próximo e todos se conhecem, além disso, como são profissionais ali, não tinha como dar BO, eles não arriscariam fazer algo comigo.

Cheguei e tinha várias comidinhas típicas, bebida típica, conversas em turco (essa parte foi mais difícil) e 3 caras tocando instrumento típico. Pra mim tudo era muito parecido com a cultura árabe, mas ao mesmo tempo, diferente. Foi muito interessante essa experiência, em um determinado momento me chamaram pra dançar e também era muito parecida a dança, mas mexem menos o quadril e mais os braços.

Isto posto, quero concluir dizendo que qualquer passeio e qualquer viagem valem a pena, quando se está de coração, mente e sorriso abertos. Ainda que esteja viajando sozinha, se você estiver aberta e sem medo, as pessoas mais legais irão se aproximar e poderão te proporcionar a viagem mais inesquecível da sua vida. Assim tem sido comigo há mais de 7 anos.

Desde então, AMO A CAPADÓCIA. Foi uma das cidades mais lindas que já visitei, juntamente com o Deserto do Atacama, e as pessoas são extremamente amigáveis e hospitaleiras.


 

Comentários do Facebook

2 Comentários

  • Responder
    Tatiane
    01/04/2020

    Oi Dalila, adorei seu post! Fui em Dezembro/19 é um casal amigo q foi em Agosto/19 recomendou q fechar o passeio com pelos 3 meses de antecedência pq tiveram dificuldades p fechar mesmo programando c a mesma antecedência. Começamos a procurar em setembro e realmente estava tudo lotado e só conseguimos uma vaga após uma desistência. Dezembro é baixa temporada, mesmo assim foi difícil; tivemos muita sorte pq voamos na manhã seguinte q chegamos, amamos por ser a 1x; no dia seguinte levantamos cedo p ver os balões do mirante e descobrimos q não teve voos nem 5 dias antes nem depois devido ao tempo.
    Na época não sabia q vc tinha contato lá. Minha sugestão é fechar com antecedência! Tbm fizemos o quadriciclo, amamos !! Achamos desnecessário fazer os outros passeios de van pq vc pode combinar e fazer ó praticamente o mesmo roteiro com um custo bem menor mesmo alugando 1 p cada um!
    Outro ponto q comento c as pessoas e q a cidade não é das mais acessíveis para quem tem alguma dificuldade de locomoção.
    Então se alguém pretende fazer o passeio de balão sugiro falar c vc pois tem até o contato dos pilotos, aí eu vi vantagem!!
    Bjs e muitas mais viagens!!