Batroun é uma cidade costeira do Líbano, localizada a 50 km ao norte da capital Beirute, 16km de Biblos e a 30 km ao sul de Trípoli.

Batroun – desde os tempos fenícios (3000 – 64 aC) – passou pelo mesmo que as outras cidades costeiras, enfrentaram muitas invasões em toda a história e de todas as nações, incluindo gregos, romanos, muçulmanos, cruzados, otomanos e até mesmo franceses.

Todos tentaram capturar a cidade, mas ela sempre foi forte e resistiu.

Batroun é provavelmente o ‘Batruna’ mencionada no século 14 AC nos escritos de Tal el-Amarna, antiga capital do Egito.

Historiadores acreditam que o nome da cidade é derivado das palavras fenícias, beit truna, que se traduz em casa do chefe.

A cidade mantém muito de seu esplendor mais antigo, com estreitas e sinuosas vielas que compõem seus bairros interiores.

Aliás, vale muito à pena perder-se por essas ruas e visitar o antigo souk do século 19, onde produtos artesanais ainda são produzidos e restaurantes e cafés oferecem cozinha local.

A limonada é altamente valorizada, deve-se provar também.

Ali estão a Catedral de St. Stephan, a Igreja Ortodoxa do século XIX de Saint-Georges e a Capela da Senhora do Mar (Saydet el-Bahr).

Há também os restos das 11 camadas do antigo teatro romano.

Mas, além de ser uma das mais antigas cidades, Batroun é extremamente animada. Famosa por suas atrações de verão, desde esportes aquáticos a clubes de praia e vida noturna.

batroun-phoenician-barco

batroun-placas

batroun-church

batroun-church-ortodox

batroun-old-souk-x

batroun-cidade

batroun-streets-ali-badawi

Credit: Ali Badawi


Parede Fenícia de Batroun

A antiga muralha fenícia foi originalmente uma estrutura natural composta de dunas de areia petrificada, reforçada pelos fenícios com pedras.

A parede como está hoje tomou sua forma atual no primeiro século aC.

E os fenícios usaram esta parede como proteção contra tempestades de mar e invasores, enquanto na época romana ela funcionou novamente como uma pedreira.

A parede tem 225 metros de comprimento e 1 a 1,5 metros de espessura.

Partes dela se desintegraram, mas o que permanece ainda guarda a cidade contra o Mar Mediterrâneo.

batroun-sea

batroun-phoenician-mar-myself

batroun-phoenician-mar

batroun-phoenician-wall-2

batroun-phoenician-muro

batroun-arcos


Vinícolas de Batroun

Batroun Mountains é uma vinícola orgânica de propriedade particular operada pela família Hark.

Localizada nas montanhas do distrito de Batroun com altitudes que variam de 400 a 1.500 metros.

As uvas crescem em terraços arduamente mantidos, tornando a colheita um pouco intensiva em mão-de-obra, pois os terraços são inacessíveis aos grandes equipamentos.

Mas a adega orgulha-se dos seus esforços, já que o solo pedregoso e bem drenado faz condições ideais de crescimento para uvas de cor e sabor intensos.

As montanhas Batroun oferecem 5 variedades de vinhos tintos, 3 brancos e 1 rosé, bem como arak e licor.

Além dessa vinícola há mais 12 na cidade, porém menos conhecidas.

Eu visitei e provei estes vinhos, eles tem um sabor muito diferente por serem orgânicos.

E também entrevistei o dono que e muito simpático. Poderão ver no vídeo ao final do post.

 

batroun-vinicola

batroun-vinicola-1

 


Colonel Beer

Localizado no centro de Batroun, a microcervejaria do Colonel tem como visão compartilhar e promover a cervejaria artesanal.

Há tours de cerveja que explicam o processo de fabricação visível em todos os momentos do Brewpub & Restaurant através de uma separação de vidro.

Com base na tecnologia checa, o processo de fabricação de cerveja usa apenas ingredientes naturais sem conservantes – com torções especiais do colonel.

 

batroun-colonel-beer-horizontal

batroun-colonel-beer-soraya

batroun-colonel-beer

 


Hotéis e Beach Clubs de Batroun

San Stefano Resort

O San Stefano possui uma praia privativa de areia natural localizada na baía da marina, 1 uma piscina e algumas quadras infantis.

Eles também têm uma escola de mergulho, 4 restaurantes e 1 hotel.

Fica bem no centro da vida noturna de Batroun.

É uma boa opção se você vai pernoitar por conta do Festival de Música, ou se você viaja com a família, incluindo crianças.

O restaurante é excelente e eles têm ainda o Bar Cloud 7, que fica no rooftop.

 

Batroun-Libano-SanStefano-2

Cópia de Batroun-Libano-Dalila


Sawary Beach Hotel

Situado numa praia de areia, este resort, de 4 estrelas, possui várias piscinas e um restaurante.

Também oferece chalés e quartos de hotel e está aberto todo o ano, tanto para hóspedes como para passantes desfrutarem apenas das comodidades das piscinas.

Na realidade, apesar de ser ainda bastante tradicional e reconhecido, o resort é muito antigo e precisa ser renovado. Por ora, não recomendo.

Mas se for reservar, faça-o por aqui. 🙂

sawari-batroun-1

De hotel, tem ainda o L’Auberg de La Mer, o único 5 estrelas da região; o Batroun Village Club, que fica no alto da montanha e o Le Six Hotel and Resort.


Orchid Beach

Orchid Beach é conhecido por sua costa intocada e pitoresca.

Um refúgio tranquilo e glamuroso, ideal se você estiver buscando uma certa serenidade.

Ele é composto de 1 Lounge, 1 Restaurante, 1 Bar e 1 Spa.

O Orchid Beach Lounge oferece aos seus hóspedes um serviço exclusivo, desde jacuzzis flutuantes com vista para o mar, como banhos privativos.

A piscina infinita está perfeitamente posicionada em um ambiente idílico, facilmente acessível por barco.

De longe é o que mais gosto de todos! *.*

batroun-beach

orchid-beach-clube-batroun


Bonita Bay

Localizada em uma grande praia de cascalho, este lugar tem uma piscina atraente, um bar à beira mar e um restaurante de frutos do mar.

A entrada é de 25 mil LBP nos finais de semana.

Não gosto muito porque a areia petrificada, acho desconfortável.

Costuma ter bastante festa para o público universitário durante o verão.

batroun-bonita-bay-resort

batroun-resort

 


Pierre and Friends

Pierre and Friends é mais um restaurante lounge e pub do que clube de praia e é bem badalado.

Este lugar oferece uma pequena área da praia de cascalho e refeições à beira-mar e ao ar livre (mezze, saladas, churrasqueiras e frutos do mar).

Aberto todo o ano, entrada gratuita.

Eu fui 2x mas em nenhuma delas eu gostei do ambiente, nem das músicas ou do público, que costuma ser mais jovem.

batroun-pierre-friends

 


Kaptn Beach House

Construído no próprio local do Cavo Paradiso e da Pearl Beach, o KAPT’N é dá acesso direto a uma praia de cascalho e a uma ilha de pedra.

A área de madeira do restaurante interno se estende a uma grande varanda com excelentes vistas sobre o Mediterrâneo.

Acho interessante mas não faz meu estilo.

batroun-kaptn-1

 

De clubes de praia, tem ainda White Beach, BarracudaO’Glacee.

De todos, prefiro o San Stefano por toda a estrutura e serviço que oferecem- além do restaurante de comidas maravilhosas- ou o Orchid Beach pelo glamour e exclusividade.


Batroun Music Festival

 

A cidade costeira de Batroun hospeda o seu próprio festival internacional de música e cultura no verão desde 2009.

Ele já recebeu artistas como Magida Al-Roumi, Ragheb Alameh, Georges Wassouf, Oussama Rahbani, Hiba Tawaji, Heartbeat, Massari , Engelbert, Ali Campbel e muito mais.

Em 2009 eu fui ao show do Massari e em 2015 ao do Zade & Orchestra, pianista jordaniano maravilhoso.

Juntamente com a lista de destacados músicos e artistas, o Festival Internacional de Batroun traz também a Noite de Vinhos, Cervejas e Mariscos, uma celebração festiva das cervejarias da cidade, vinícolas e cozinha local.

É muito agradável desfrutar dos gostos e infusões locais da cidade enquanto escuta-se música que emana de cantos diferentes no velho souk.

 

batroun-festival-day

batroun-festival-night

Batroun-Libano-festival-1-2

 


Texto: Dalila Barakat

Fotos: Dalila Barakat e divulgação

Fonte: Página oficial da cidade


Conheça pessoalmente a história de cada cidade e ponto turístico do Líbano, contratando nosso roteiro através do contato@mileumaviagens.com.br

 




Booking.com


 

Comentários do Facebook

Sem Comentários