Confira nossas dicas de onde se hospedar em Paris, a Cidade Luz

A cidade de Paris é organizada de acordo com os arrondissements que tem a “forma” de um caracol, começando com o 1º arrondissement no centro de Paris e terminando no 20º arrondissement.

Arrondissement é um distrito municipal ou, um bairro.

Todos os bairros tem atrações, basta ver qual te interessa mais para estar mais próximo a ela, apesar de que o transporte em Paris é muito fácil. Caminhar é agradável, ou então, são muitas linhas e estações de metro.

Ainda assim, gosto de optar por determinados bairros para curtir a noite lá como nos casos que seguem abaixo.

————post escrito em março de 2014 e atualizado em fevereiro de 2018—————–

Carte-Paris-Arrondissement1

 


O 17o e 16o arrondissements são onde mais costumo me hospedar.

São bairros residenciais, tranquilos, seguros e estão próximos à Champs Elysee e ao Arco do Triunfo.

Outro na mesma região é o 8o arrondissement.

Seus hotéis estão localizados na própria avenida, são considerados os melhores e também os mais caros hotéis da cidade.

20-stroll-down-champs-elysees-night-time-d300

 


Hyatt Regency Paris Étoile

Em agosto de 2013, fiquei hospedada no Hyatt Regency Paris Étoile, onde, aliás, só tinha brimos!

Me senti muito em casa rs, entre libaneses, kuaitis, sauditas, e outros. No café da manhã, inclusive, nos cumprimentávamos em árabe. 😀

O atendimento é impecável; tem acesso interno a um shopping; os taxis ficam tempo integral em frente ao hotel e tem duas estações de metrô bem próximas: a Port Maillot e a La Defense.

Está localizado no 17o arredonsiment, ou seja, próximo à Champs Elysees, portanto, ótima localização.

hyatt-regency-restaurant-la-fayette

 


XO Hotel Paris

Em janeiro de 2018 fiquei hospedada nesse hotel boutique localizado também no 17o arrondissement e adorei!

Veja mais sobre essa minha experiência, aqui.

XO-Paris-fachada-2

XO-Paris-salao-1

 


Mercure, Champs Élysées

Ainda nessa região próxima ao Arco do Triunfo ou ao La Defense, tem muitas opções como o Mercure Champs Elysees situado no 16ºarrondissement. 

Muito prático, pois está a 550 m da estação de trem Charles de Gaulle!

Fiquei nele em setembro de 2008.

O atendimento é razoável, padrão Accor Hotels – que inclusive é uma rede francesa – e foi uma ótima experiência, pois eu estava sozinha (fui à trabalho) e podia caminhar a noite por lá tranquilamente e com muita segurança.

mercure-paris-champs-elysees-paris-16-passy_big

 


Marriot Champs Elysees 

Se você quiser ficar em um hotel mais luxuoso, tem o Marriot da Champs que é hors concours!

Localizado no 8 arrondissement, a Estação de Metrô Saint-Philippe-du-Roule encontra-se a 400 metros do hotel e oferece acesso direto ao Trocadéro e à Haussmann Boulevard. 

Atrium do Hotel Marriot

Atrium do Hotel Marriot

marriot2

(Crédito da imagem: site oficial do hotel Marriot)

 


Four Seasons George V

Ou então o Four Seasons Hotel George V, que foi construído em 1928, possui 244 luxuosos quartos e uma coleção de arte incrível.

É um dos mais icônicos da cidade luz, no 8ºarrondissement.

GVoutside

4seasons3

(Crédito da imagem: site oficial do Four Seasons Hotel George V)


A segunda opção de bairro que recomendo é o Saint Michel e o Saint Germain.

São 4, 5 e 6 arrondisements.

Fiquei neles na minha primeira vez em Paris, que foi em setembro de 2006, e AMEI.

Agora em janeiro de 2018 fiquei lá novamente e na próxima acho que optaria por lá de novo!

Simplesmente porque AMO a Catedral de Notredame, amo o Cartier Latin agitado durante o dia e durante a noite, cheio de história e boemia caminhando juntos.

Lá é o coração de Paris, onde tudo começou: primeira universidade de Direito, a Sourbonne, primeira igreja construída na cidade, primeiras reuniões dos revolucionários eram ali também.

Enfim, uma região bem localizada e com  fácil acesso aos metrôs

notre-dame-paris

Cartier Latin

Cartier Latin


Villa d’Estrées

A primeira opção nesse bairro é o maravilhoso Villa d’Estrées .

Não fiquei hospedada nele ainda porque o conheci quando já estava indo embora, mas fiquei apaixonada e está na lista para a próxima ida.

Um hotel boutique 4 estrelas muito charmoso e elegante, situado na margem esquerda do Sena, com uma localização privilegiada entre Saint-Germain des Prés e o Quartier Latin, no 6º arrondisement.


Relais Hotel du Vieux

 

A segunda opção é o Relais Hotel du VieuxUm ícone da região.

Fiquei hospedada lá e a recepção não foi das melhores. A dona e um dos recepcionistas (franceses ambos) foram meio arrogantes no princípio, porém, a decoração, a história do edifício, a localização e os demais recepcionistas (imigrantes) compensaram.

Um hotel boutique 4 estrelas onde já ficaram hospedados renomados escritores franceses.

Localizado no 6º arrondisement. O Jardim de Luxemburgo e o Museu do Luvre estão a 800 m de distância.

 


Le Notre Dame Saint Michel

Como terceira opção, existe o Le Notre Dame, hotel boutique 3 estrelas situado bem em frente ao Sena e com a melhor vista para a Catedral.

Ele tem um design um pouco mais moderno que os dois citados acima e os móveis bem coloridos também. Um charme diferente.

Está no 5º arrondisement.

 

Hotel-Design-Le-Notre-Dame

Hotel Design – Le Notre Dame

 

 


Le Cinq Codet

Ainda no 5 arrondisement, fiquei já hospedada no Le Cinq Codet.

Super moderno, tecnológico e elegante por dentro, por fora um edifício centenário. Está mais próximo dos Invalides e Museu d’Orsay, ou seja, um pouquinho afastado do burburinho do Cartier Latin.

Mas a proposta aqui é outra mesma. Mais descanso. Tanto que o SPA deles ou o próprio quarto pedem para não sair deles.

 

 


Conlusão

Não caia na furada de procurar hotel por preço e acabar ficando em Montmartre, Montparmasse ou mais na periferia ainda.

Isso já aconteceu comigo e eu tive que fazer a mudança de hotel em plena madrugada, de última hora, quando o taxi me levou até bem depois de La Defense. O hotel era até bom (escolhido pela empresa em que trabalhava), mas uma péssima localização.

Então, antes, verifique sempre no mapa onde se localiza o hotel. Estas duas regiões citadas acima são mais distantes de tudo e a noite acho um pouco perigoso, por isso, não vale à pena o custo benefício!

Eu evito ficar no 12, 13, 14 e 15 o arr.

Amo ficar nos 8, 17, 4, 5 e 6.

E outras que gosto muito também são o Bairro Le Maris (4 arr.) e o bairro da Opera de Garnier (9 arr.).

A região da Torre Eiffel e Le Concorde, por incrível que pareça, não gosto tanto.


Texto: Dalila Barakat

Fotos: Dalila Barakat e Divulgação



Confira também:

Kong, do Sex and the City em Paris

Saiba como é o Natal na França

Melhores Hotéis do Mundo


 

Reserve seu Hotel Aqui

 



Booking.com


5 Comentários