Mostra inédita presta homenagem aos 500 anos de morte do artista italiano Leonardo da Vinci e inaugura o MIS Imersão


 

O Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) vai inaugurar o MIS Imersão.

Inspirado no galpão parisiense de 3,3 mil m² que se tornou uma das experiências artísticas mais incríveis do mundo — o Atelier des Lumières.

O espaço novo do museu vai abrir as portas em outubro com exposição inédita em solo brasileiro.

Será uma homenagem aos 500 anos de morte do gênio renascentista Leonardo da Vinci (1452-1519).

Atualmente a mostra está no Canadá.

O espaço será o primeiro totalmente imersivo da América Latina.

A versão brasileira terá 2 mil m² e terá 150 projetores.

A primeira exposição terá duração de 45 minutos e réplicas do artista italiano, como seus esboços anatômicos, suas invenções, manuscritos, entre outros.

A informação foi confirmada pelo novo diretor-geral do museu, Marcos Mendonça.

Segundo ele, o novo espaço dedicado à projeção imersiva será em um antiga marcenaria da TV Cultura, no bairro da Água Branca.

A programação e a data da exposição imersiva de Da Vinci ainda não foram divulgadas.

 


Creditos: Gazeta do Povo e MIS


 

Exposição de Rafael renascentista no Centro Cultural FIESP

 


Comentários do Facebook

Sem Comentários