O Instituto Inhotim sedia um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil, considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina!

 


INHOTIM- LOCALIZAÇÃO

O Instituto Inhotim está localizado em Brumadinho, Minas Gerais, uma cidade com 38 mil habitantes, a 60 km da capital, Belo Horizonte.

Ele está dentro do domínio da Mata Atlântica, com enclaves de cerrado nos topos das serras e a uma altitude que varia entre 700 metros e 1 300 metros acima do nível do mar.

 

 

 


INHOTIM – HISTÓRIA

O Instituto Inhotim começou a ser idealizado pelo empresário mineiro Bernardo de Mello Paz a partir de meados da década de 1980.

Mas surgiu mesmo em 2004 para abrigar a coleção deste empresário da área de mineração e siderurgia, que foi casado com a artista plástica carioca Adriana Varejão, quem há 20 anos começou a se desfazer de sua valiosa coleção de arte modernista.

A coleção incluía trabalhos de Portinari, Guignard e Di Cavalcanti, para formar o acervo de arte contemporânea que agora está no Inhotim.

A propriedade privada se transformou, com o tempo, tornando-se um lugar singular, com um dos mais relevantes acervos de arte contemporânea do mundo e uma coleção botânica que reúne espécies raras e de todos os continentes.

Hoje, as exposições são sempre renovadas e galerias são anualmente inauguradas.

E em agosto deste ano de 2018, o Instituto Inhotim alcançou a marca de 3 milhões de visitantes!

inhotim-17

 


INHOTIM- ÁREA

A área de visitação do Inhotim tem 96,87 hectares e compreende jardins, galerias, edificações e fragmentos de mata, além de 5 lagos ornamentais, com aproximadamente 3,5 hectares de espelho d’água.

O jardim botânico tem 4.300 espécies em cultivo – marca atingida em 2011 – e está cercado por mata nativa, com 30% de todo o acervo em exposição para o público (cerca de 102 hectares em 2011).

Em reconhecimento à necessidade de preservar os 145 hectares de reserva, o instituto recebeu, do Ministério do Meio Ambiente, em fevereiro de 2011, a classificação oficial de jardim botânico, na categoria C.

Nesse jardim, estão cerca de 1.500 espécies catalogadas de palmeira, a maior coleção do tipo do mundo.

 

 

 


INHOTIM- ACERVO

O instituto apresenta uma coleção artística de relevância internacional, exibindo obras de artistas brasileiros e estrangeiros.

Nos 140 hectares disponíveis para visitação, o público encontra 23 grandes galerias e 23 obras de grande escala, distribuídas em todo o parque.

São 3 diferentes rotas a serem visitadas no Inhotim, cada uma delas identificada com uma cor.

O trajeto pode ser feito a pé ou com o auxílio de carrinhos elétricos que realizam os trechos mais longos (custo de R$ 15 a R$ 25 por pessoa/dia).

Como é muito difícil e nada proveitoso realizar os três trajetos em um só dia, caso deseje conhecer todo o complexo do Inhotim, o ideal são dois dias de passeio.

No primeiro, faça as rotas rosa e amarela e no segundo dia a rota laranja. Assim, você poderá entrar em todas as galerias e curtir cada pedacinho do Inhotim, com pausas para apreciar a paisagem e tirar umas fotinhos, claro!

 

 

 

Sobre as obras e galerias, a Marcella Pacca que esteve lá comigo em novembro de 2016, fez 2 posts bem detalhados. Dá uma conferida aqui e aqui.


INHOTIM- VISITAÇÃO

 

Horário de funcionamento:

terça a sexta, das 9h30 às16h30

sábados e domingos, das 9h30 às 17h30

 

valor:

R$44 (inteira)

às 4fs, entrada gratuita!

 

Tempo de visitação:

Dois dias é o ideal. Para economizar tempo, compre o passe do carrinho (R$ 15) que leva às obras mais distantes.

Não é necessário guia. Na entrada, você recebe um mapa explicativo e em cada galeria há um monitor.

Mas, se preferir, há três visitas guiadas: artística (sáb/dom, uma hora), ambiental (sáb/dom, 1h30) e panorâmica (3ª/dom, 1h30).

 


Inhotim agrada não só pelas galerias e instalações de arte contemporânea, mas também pela espetacular área verde e jardins que fazem dele um lugar único.


 

Texto e Fotos: Dalila Barakat

Visita realizada em novembro de 2016

Post escrito em dezembro de 2018


 

Comentários do Facebook

Um Comentário