O Valle de la Luna ou Vale da Lua está localizado em pleno Deserto do Atacama e, não sei exatamente porque, mas é o passeio mais tradicional.

Possui uma grande quantidade de iguanas de origem africana trazidas pelos escravos na época em que os espanhóis iam para o Chile.

O tour tem longa duração. Saída às 15h, retorno às 20h. E tem a opção de saída pela manhã também.


Confira as fotos no instagram @dalilabarakat com a hastag #1001tripsAtacama


Cavernas de Sal  

A cordilheira de sal são formações compostas de sal, gesso e argila que ganham formas distintas devido à ação das chuvas e do vento.

Com relação a trilha, essa é a que exige um pouco mais, pois caminhamos dentro da caverna, e quem tem claustrofobia, por exemplo, talvez não consiga, pois temos que andar agachado em alguns momentos.

É muito interessante e a caminhada é curta, de aprox 30 min já com paradas pras fotos e explicações.

valle-de-la-luna-4

valle-de-la-luna-sal

 

 


As Três Marias

Tem esse nome porque dizem que estas 3 rochas estão alinhadas com a constelação de Orium, também conhecida como 3 Marias, as mais brilhantes a olho nú, da nossa constelação.

valle-de-la-luna-1


Centro do Valle de la Luna

Aqui tem 2 trilhas que se pode fazer, de 20 a 25 min cada porque é de areia, então, um pouco mais difícil de caminhar, mas é bem de boa e ambas proporcionam lindas vistas.

valle-de-la-luna-2


Fotografia Anfiteatro

Parada rápida para fotos, porém, estava muito cheio.

Parece que todos os grupos decidiram se encontrar no mesmo local e mesma hora, por isso, ficamos bem pouco.

 

guia-atacama-valle-de-la-luna-4


Entardecer no Valle de La Muerte

Algumas empresas oferecem passeios para praticar sandbord nas dunas do Vale da Morte. Uma atividade bem diferente, feita durante o dia e em noites de lua cheia.

Aqui, assistimos ao entardecer, quando servido o coquetel, com direito a panquecas, bolos, bolachas, espetinho de frango, chá, água e muito vinho nacional.

No Chile, geralmente temos duas opções de assistir ao por do sol:

Uma olhando realmente para onde ele esta se pondo, e a outra, observando a montanha de frente, onde ele esta sendo refletido e gerando um colorido na mesma. *.*

 

 


Texto e Fotos: Dalila Barakat


Guia do Atacama, no Chile

 


 

Comentários do Facebook

Sem Comentários